quinta-feira, 5 de março de 2009

... primeiras palavras de 2009

Completado um ano, um mês, e alguns dias, desde a criação deste blogue, e deparado com a ausência de palavras para o actualizar, nos últimos meses, vejo-me quase na obrigação de voltar a dedicar algum tempo a escrita que há mais de um ano se tornou minha companheira e confidente.
Muitos foram aqueles que se interessaram por alimenta-la ou provoca-la, com os seus comentários. Outros há que apenas gostaram de passar os olhos por algumas das suas palavras. A esses também agradeço as suas visitas, assim como continuo com o convite de continuarem por aí, acompanhando e comentando sempre que acharem interessante ou oportuno.

No início, estava eu naquele quartinho, em Harlesden/Londes com vontade de voltar à minha cidade natal, cansado do inverno rigoroso e da solidã0 britânica...
Agora, num apartamento à beira-mar, volto a este mesmo blogue, relembrando tudo o que passei, tudo o que fiz e que me fizeram, apenas as coisas boas... E as saudades são muitas - da cidade, dos amigos, até dos trabalhos e daquela rotina agitada...
Muita coisa aconteceu com este meu regresso a Portugal... Muitas mudanças em pouco tempo. Cheguei por momentos a arrepender-me de ter voltado. Mas agora, alimentado coragem de querer enfrentar mais alguns desafios, voltei a estudar, à noite, e estou a trabalhar durante o dia. É perto do mar que moro, e é nele que encontro a minha paz. Ainda que a temperatura não permita ir a banhos, só de o poder ver todos os dias já e maravilhoso... ... o suficiente para continuar a viver, com alegria e determinação


4 comentários:

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Geize disse...

"Somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter...e teremos" - Engenheiros do Haway. Não podemos passar por essa vida alheios aos acontecimentos. Os desafios começam na vida intrauterina e precisamos ser fortes o bastante para vencermos as adversidades e corrermos em busca dos nossos sonhos. Ser estático e perdido no tempo, não deve ser atitudes de seres que adquiriram a oportunidade de desvendar os mistérios do mundo ao redor. Brant dizia que ter dúvida já é um bom começo para desvendar os mistérios. Deixe as vicissitudes fazer parte do teu ser, e aventure-se sem medo de ser feliz. Ricardo admiro o seu jeito de ser e a sua determinação em busca dos teus sonhos.
Abraços!!

Geize

CATIANE disse...

RICARDO..
TODOS NOS TEMOS ALGO A CUMPRIR EM VIDA, SEJE DE DOR OU ALEGRIA. NADA É POR ACASO ASSIM PENSO. TEMOS QUE LUTAR E TRAÇAR METAS A SEREM CUMPRIDAS. DEIXAR O PASSADO PRA TRAS,IMPOSSIVEL! ELE NOS RODEIA E É ASSIM QUE VAMOS CONSEGUIR VENCER LEMBRANDO DAS COISAS RUINS ,E MOSTRANDO QUE PODEMOS SER MELHOR .INIMIGOS TODOS NOS TEMOS MAS AMIGOS MUITO MAIS. E JUNTANDO TUDO,E QUERENDO, QUE É O MAIS IMPORTANTE, CHEGAREMOS NO TOPO. AI SIM OLHAREMOS PARA TRAS E DAREMOS RIZADAS DO PASSADO E AI SIM SEREMOS GRANDES LUTADORES E GUERREIROS POIS LUTAMOS POR NOSSA FELICIDADE E NÃO PELA DOS OUTROS.. EU SEMPRE DOU RISADA DO PASSADO.POIS SÓ ASSIM ELE NÃO PODERÁ ME ATINGIR..BEIJOS INFELISMENTE TODOS NOS JA PASSAMOS POR UM PUCO DO QUE JA PASSOU..

Fernanda Queiros disse...

Só quem tem o mar dentro de si sabe o que é estar longe do mar...